História & Estórias

265036_408331555915063_191949943_nVivo o outono da vida e tudo o que de belo tem. O meu outono trouxe-me a maturidade, o equilíbrio, a integridade, a liberdade de tomar decisões sem permitir que alguém me diga o que fazer. Decisões que nem sempre serão as mais corretas, mas são as minhas, com quais terei que pelejar, com quais irei sempre aprender e procurarei atingirem o caminho da minha verdadeira identidade.

“O OUTONO E NÓS, SERES OUTONAIS

Foi-se embora o espalhafatoso verão!
De dentro do eterno ciclo da natureza retornou o outono, sereno e calmo!
“La belle season” é como batizaram os franceses esta estação que nos descortina as renovadas-vestes-da-divindade presentes na natureza.
Outono é uma parábola de nós mesmos, seres outonais! Suas manhãs são mais poéticas e os seus crepúsculos são mais filosóficos. Aquelas são belas em sua melancolia. Estes são melancólicos em sua beleza. Assim, somos todos nós.
Creio que é no outono que entendemos melhor o ensinamento de Oscar Wilde: “ser como crianças, para não esquecermos o valor do vento no rosto e ser como velhos para que nunca tenhamos pressa”.
Isso é sabedoria. E se nos tornarmos mais sábios, já não precisaremos mais ter medo de envelhecer. Afinal, a vida também é um eterno renascer.
Coisa que só o outono ensina. O resto são folhas mortas.”
Carlos Alberto Rodrigues Alves

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: