História & Estórias

Archive for Abril, 2011

1 de Maio – Dia do TRABALHADOR

História do dia do trabalhador

No dia 1º de Maio de 1886, 500 mil trabalhadores saíram às ruas de Chicago, nos Estados Unidos, em manifestação pacífica, exigindo a redução da jornada para oito horas de trabalho. A polícia reprimiu a manifestação, dispersando a concentração, depois de ferir e matar dezenas de operários.

Mas os trabalhadores não se deixaram abater, todos achavam que eram demais as horas diárias de trabalho, por isso, no dia 5 de Maio de 1886, quatro dias depois da reivindicação de Chicago, os operários voltaram às ruas e foram novamente reprimidos: 8 líderes presos, 4 trabalhadores executados e 3 condenados a prisão perpétua.
Foi este o resultado desta segunda manifestação.

A luta não parou e a solidariedade internacional pressionou o governo americano a anular o falso julgamento e a elaborar novo júri, em 1888. Os membros que constituíam o júri reconheceram a inocência dos trabalhadores, culparam o Estado americano e ordenaram que soltassem os 3 presos.

Em 1889 o Congresso Operário Internacional, reunido em Paris, decretou o 1º de Maio, como o Dia Internacional dos Trabalhadores, um dia de luto e de luta. E, em 1890, os trabalhadores americanos conquistaram a jornada de trabalho de oito horas.

116 anos depois das grandiosas manifestações dos operários de Chicago pela luta das oito horas de trabalho e da brutal repressão patronal e policial que se abateu sobre os manifestantes, o 1º de Maio mantém todo o seu significado e actualidade.

Nos Estados Unidos da América o Dia do Trabalhador celebra-se no dia 3 de Setembro e é conhecido por “Labor Day”. É um feriado nacional que é sempre comemorado na primeira segunda-feira do mês de Setembro e está relacionado com o período das colheitas e com o fim do Verão.

No Canadá este feriado chama-se “Dia de Oito Horas”. Tem este nome porque se comemora a vitória da redução do dia de trabalho para oito horas.

Na Europa o “Dia do Trabalhador” comemora-se sempre no dia 1 de Maio.

retirado de http://aeiou.expressoemprego.pt/Carreiras.aspx?Id=4497

SAUDADES da minha querida MÃE

Para Sempre – Poema de homenagem à MÃE

Para Sempre

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
– mistério profundo –
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

Carlos Drummond de Andrade

HÁ UM PAÍS

HÁ UM PAÍS

Há um país
Que vive em democracia
Todos se excluíram
Do uso da cidadania

Deixou de haver alegria
No rosto do cidadão
Embora a criança sorria
Deixou de haver união

É preciso votar
Escolher os governantes
Mas, dá para perguntar
Escolho quais dirigentes?

Povo, isto é p’ra recordar
Tu tens o 4.º poder
Exerce o teu dever
Pensa e vai votar.

Não te deixes enganar
Direitos deves exigir
Mas não deves olvidar
Dos teus deveres cumprir

Só assim és um cidadão
Activo na sociedade
Coerente e com opinião
Também com responsabilidade

37 anos passaram
Desde que vivestes em opressão
Esmoreceste português
Esqueceste a revolução

Acorda, vai combater
Não te deixes abater
Expressa o teu pensar
P´ra liberdade guardar.

Levanta-te e vai lutar
Exerce a cidadania
E não deixes usurpar
O tesouro da democracia.

Fernand@maro

HAVIA UM PAÍS

HAVIA UM PAÍS

Havia um país
Que vivia em opressão
Os militares decidiram
Fazer uma revolução.

O vinte e cinco de Abril
Foi o dia da mudança
Gritou-se liberdade
Veio a paz e a bonança.

O MFA fez a revolução
Para o país mudar
Com o povo em comunhão
Para a democracia ganhar.

O cravo por simpatia
À revolução se uniu
Desta bela união
A liberdade surgiu.

A liberdade surgiu
Com muita, muita esperança
O sorriso floriu
No rosto de uma criança.

Com a liberdade veio
Um país em harmonia
Com o esforço de todos
Nasceu a democracia.

Guarda bem este tesouro
Não deixes roubar
Só assim tu podes
Manifestar o teu pensar.

Fernand@maro

25 de ABRIL de 1974 – aconteceu há 37 anos

ELEIÇÕES