História & Estórias

333Oração das Mulheres Resolvidas

Que o mar vire cerveja e os homens aperitivo,
que a fonte nunca seque,
e que a nossa sogra nunca se chame Esperança,
porque Esperança é a última que morre…
Que os nossos homens nunca morram viúvos,
e que os nossos filhos tenham pais ricos e mães gostosas!
Que Deus abençoe os homens bonitos,
e os feios se tiver tempo…

Deus…
Eu vos peço sabedoria para entender um homem,
amor para perdoá-lo e paciência pelos seus actos,
porque Deus,
se eu pedir força,
eu bato-lhe até matá-lo.

Um brinde…
Aos que temos,
aos que tivemos e aos que teremos.

Um brinde também aos namorados que nos conquistaram,
aos trouxas que nos perderam,
e aos sortudos que ainda vão conhecer-nos!

Que sempre sobre,
que nunca nos falte,
e que a gente dê conta de todos!
Amén.

P.S.: Os homens são como um bom vinho: todos começam como uvas e é dever da mulher pisá-los e
mantê-los no escuro até que amadureçam e se tornem uma boa companhia para o jantar.

Comentários a: "Oração das Mulheres -Por Júlio Machado Vaz" (4)

  1. filipa silveira said:

    adoooooooooooro o prof julio machado vaz o seu sentido de humor é espectacular é um querido com o coração do tamanho do mundo é incrivel que sem o conhecer pessoalmente ja me tenha ajudado tanto atraves dos seus livros dos programas que tenho sempre acompanhado um grande profissional e uma pessoa que esta aqui bem guardada no meu coraçao um abraço do tamanho do mundo

  2. Bela Pinho said:

    Apercebi-me de que a ternura e o humor get along pretty well. As suas palavras são um abraço reconfortante para as mulheres que as leem. Obrigada.

  3. Paula Sousa said:

    Prof Machado Vaz,
    Muito reconfortante ouvir as suas sábias palavras. Carregado de ternura, o seu”paleio”, chega a cortar-nos o folego. Um grande beijo.

  4. Margarida Oliveira said:

    Prof. Machado Vaz,
    O seu sentido de humor é espectacular e esta sua oração é ótpima e encaixa bem.
    O meu trabalho permite-me que eu tenha por companhia diária a rádio e, a maior parte das vezes a Antena 1, onde ouço quase todos os dias -O Amor É – mas como sou também uma ouvinte atenta do Hotel Babilónia, adorei a sua entrevista, sempre com o seu sentido de humor encantador. Confesso que gostaria de ter a oportunidade de o conhecer pessoalmente, pois o professor é um óptimo conversador e, hoje em dia encontram-se tão poucas pessoas tão pouco disponíveis para uma boa conversa. Pode ser que surja a oportunidade, pois moro na Póvoa de Varzim, bem perto, álias o Porto é a minha cidade de eleição, Moçambique é a minha mãe biológica, mas o Porto é a minha mãe adoptiva. Nutro esta paixão desde o dia em que pisei este Continente. É sempre bom ouvi-lo. ObrigadA
    Margarida Correia de Oliveira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: